Fazer farinha de Qualidade é uma grande responsabilidade.

Operamos em regime de qualidade controlada com certificação UNI EN ISO 22000:2005 e todas as fases dos processamentos são realizadas segundo o sistema HACCP para os controles higiênicos e sanitários. Somos certificados para a produção de farinhas biológicas, farinhas Kosher pão QC Emilia Romagna.

As componentes chave do nosso sistema qualidade são as seguintes.

Laboratórios análises de Borzano e Vicofertile

Os nossos dois laboratórios são equipados com os instrumentos mais inovadores presentes no mercado, para analisar o trigo recebido antes da aceitação, controlar as fases da moedura e todos os lotes de farinha antes do ensaque e/ou entrega ao cliente.
Verificações analíticas também são efetuadas por laboratórios externos reconhecidos pela Região. Efetuamos sempre:

  • análise no trigo em entrada
  • análise em todos os lotes de farinhas produzidas
  • análise microbiológica periódica da água potável e química microbiológica anual para a potabilidade.

Laboratórios análises de Borzano e Vicofertile

Os nossos dois laboratórios são equipados com os instrumentos mais inovadores presentes no mercado, para analisar o trigo recebido antes da aceitação, controlar as fases da moedura e todos os lotes de farinha antes do ensaque e/ou entrega ao cliente.
Verificações analíticas também são efetuadas por laboratórios externos reconhecidos pela Região. Efetuamos sempre:

  • análise no trigo em entrada
  • análise em todos os lotes de farinhas produzidas
  • análise microbiológica periódica da água potável e química microbiológica anual para a potabilidade.

Verificações de inspeção internas

As Verificações de Inspeção são planejadas e executadas por pessoal independente e competente em formulários específicos (Lista de Reconhecimento e Relatório de Auditoria).

O ciclo de produção

O ciclo de produção é completamente automatizado: o inteiro moinho é controlado pelo sistema de gestão e computatorizado, limitando a intervenção humana apenas ao controle, à solução de eventuais anomalias e permite uma rastreabilidade completa ao longo de toda a fieira.

Todas as instalações são concebidas para trabalhar 24 horas por dia, até um máximo de 350 dias por ano. Todas as operações são automatizadas para reduzir o risco de erros humanos e para evitar manipulações que poderiam poluir qualitativamente e higienicamente os produtos.
Cada operação é executada por lotes de processamento, de modo que possa ser registrado cada parâmetro para a rastreabilidade dos produtos.

Rastreabilidade

É garantida a rastreabilidade dos lotes de trigo e das farinhas em processamento. A codificação dos lotes é efetuada: para o trigo em entrada pelo número de aceitação progressivo, para as farinhas ensacadas e a granel com o número de moedura, nos sacos com o número de lote.
Todos os dados são registrados e podem ser chamados a qualquer momento através do computador, de modo tal que se tenha sempre a situação sob controle total.

As matérias primas

A base fundamental para obter um ótimo produto monocomponente, como é a farinha, é obviamente a matéria prima.
O Molino Denti controla diretamente toda a fieira, para que mesmo a menor das fases não possa prejudicar a atenção prestada em todo o processo de transformação, com a finalidade de obter farinhas da melhor qualidade.
São utilizadas principalmente matérias primas italianas, adquiridas diretamente dos agricultores e em armazéns de estocagem nacionais selecionados, misturadas com prestigiosos trigos estrangeiros provenientes da América, Canada, Austrália, Alemanha, Áustria…

A estocagem

Com o mesmo cuidado metódico dos outros processos, é realizada a fase de ensaque e paletização, em ambientes salubres especialmente destinados, para conservar inalteradas as características das farinhas antes da expedição.

A estocagem

É utilizado pelos nossos técnicos para transformar as farinhas, através das diversas técnicas de panificação, em pão ou outros produtos como pizzas, focaccia, bolos, confeitaria fresca e fermentada, com a finalidade de testar o comportamento efetivo das farinhas.
É ainda utilizado para a pesquisa e o desenvolvimento de novos produtos.